parceiros

   A dança de salão tem origem nos bailes das cortes reais européias tomando forma na corte do Rei Luís XIV na França. É possível que o abraço lateral venha do fato de que na época os soldados carregavam a espada no lado esquerdo.  Também era evidente a postura clássica, ereta e com o torso fixo como no balé que tem a mesma origem. A forma de dança em casal foi levada pelos colonizadores para as diversas regiões das américas aonde deu origem às muitas variedades a medida que se mesclava às formas populares locais: tango na Argentina, o maxixe, que deu origem ao samba de gafieira, no Brasil, a habanera, que deu origem a diversos ritmos cubanos como a salsa, o bolero, a rumba etc.

   Nos Estados Unidos o swing surgiu de grupos negros dançando ao som de jazz no início dos anos vinte. As primeiras danças criadas foram o charleston e o lindy hop essas deram origem a vários outros tipos de danças de swing americanos como o jitterbug, o balboa, o west coast swing, o east coast swing e o lindy hop que é dançado hoje[4]. Existe uma versão brasileira semelhante ao swing chamada soltinho[5].

   No Brasil, sete ritmos são os mais praticados, tanto nos bailes quanto nas escolas especializadas, sendo eles: Bolero, Soltinho, Samba, Forró, Lambada/Zouk, Salsa e Tango.



Compartilhe

Siga-nos